quarta-feira, 23 de março de 2011


Quem sabe soletrar adeus sem lágrimas e nenhuma dor?
***
Ney Matogrosso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário